Resumo da novela Terra Nostra

Capítulo de 06 de julho (Sábado) da novela Terra Nostra

Josué serve vinho à Janete, ela diz que ele tem modos de um gentleman e não lembra em nada um cocheiro. Josué começa a falar do passado e Janete estranha ele saber sobre seu pai. Então, ela começa a fazer perguntas e ele consegue despistá-la para outra conversa. Marco Antônio janta na casa de Paola e Francesco e Anacleto não gosta de saber que ele irá morar junto, e já questiona o motivo pelo qual ele e sua mulher não podem morar com eles também. Paola lhe chama a atenção para que Marco Antônio não fique sem graça, Anacleto continua com sua indignação e Inês lhe chama atenção. Florinda pega o leite para o café da manhã na casa de Gumercindo e dois rapazes mexem com ela, ela não gosta. Na casa, Augusto começa a se engraçar com ela e ela o ameaça em contar para Angélica. Gumercindo vai à fazenda e tem ideia de trazer Angélica para São Paulo. Augusto não gosta muito da novidade. Na pensão, quando Antonio comenta como o delegado está investigando o assassinato, Hortência afirma que ninguém tem nada a temer. Soldado Bruno chega e leva Amadeo para a delegacia. Antonio vai junto. Delegado Heriberto coloca Januário frente a frente com Amadeo e Antonio, Januário confessa que não foi ele que não matou sua esposa e o amante, e que recebeu dinheiro das mãos de Amadeo. Amadeo nega, Januário diz que não adianta mentir pois o viram dar dinheiro, Heriberto lhe aconselha dizer a verdade, Amadeo fica sem reação. Antonio volta pra pensão e conta para Hortência que Amadeo ficou preso para averiguações. Ela se desespera e diz que não foi ele quem matou. Dolores pede para que ela fique calma. Soldado Bruno diz para Amadeo que Heriberto achou melhor segurá-lo para não fugir, Amadeo diz que não matou ninguém, o soldado pergunta o motivo para ele ter dado dinheiro a Januário, Amadeo não responde. Matteo está em frente da fábrica quando descobre que não há mais vagas, e começa a falar que é culpa do governo. Matteo fica furioso e começa a se lembrar de quando chegou na fazenda de Gumercindo, dizendo para todos dos seus direitos. Paola conversa com sua funcionária sobre a situação da fábrica e que precisará mandar todos embora. A funcionária diz que em outra fábrica, eles reduziram a jornada de trabalho e consequentemente o salário. Depois que a funcionária sai, Paola começa a pensar que seria uma forma de não mandar ninguém embora e vai falar com Francesco. E diz que fará isso, pois ele é seu sócio na fábrica de macarrão, Francesco se orgulha de Paola. Giuliana conta a novidade para Matteo: que ficará mais perto dele pois trabalhará somente três dias por semana, Matteo fica contente.